Na praia com as amigas

Categoria: 

Bom amigos,

acompanho o site à tempos e hoje resolvi relatar um acontecido de poucos dias atrás que me deixou muito louco!

Espero que curtam..

Deixa me apresentar, me chamo José, tenho 35 anos, moreno de 1,80, cabelos castanhos e porte atlético.

Fui casado por 10 anos e recentemente me divorciei.

O relacionamento não andava bem tinha um tempo e por consequência acabei deixando de fazer as coisas que sempre gostei de fazer pra tentar "acertar" as coisas, é a vida...

Logo que me separei decidir voltar a fazer as coisas que me davam prazer fora o sexo, é claro!

Uma dessas coisas que curto fazer é trilhar, andar no mato.

Estava de férias e chamei duas amigas pra fazer uma trilha aqui no Rio durante a semana.

Marcamos o dia e fomos com muita disposição.

Deixa apresentar as minhas amigas a Manu uma loira daquelas de parar o trânsito que conheço desde pequeno, 1,70 seios fartos, bundão, linda.. e a outra é a Joana, uma morena gatinha, toda mignon que conheci por andar muito com a Manu.

Chegando na trilha era tudo diversão, os três empolgados em chegar ao cume e curtir o visual, pensando em fotografias...

Típicos trilheiros Nutella, rs

Chegando ao cume o visual foi sensacional, ficamos lá um tempo apreciando a vista e acabei prestando atenção que as meninas estavam com biquinis por baixo das roupas, foi aí que tive a ideia de seguir a trilha morro abaixo e acessar umas praias próximas!

A trilha foi mais longa do que esperei e as meninas ficaram cansadas antes de chegar na praia.

Ao chegar lá, todos meio cansados tivemos uma surpresa muito agradavel de a praia estar praticamente deserta, fora um casal que estava na água..

Chegamos na areia e decidimos não ficar próximos do local onde estavam as coisas do casal, mesmo que a faixa de areia não fosse muito extensa, ajeitamos as cangas no chão e ficamos só com as roupas de praia.

Conversamos por um tempo até o casal sair da água completamente nu, aquilo acendeu uma putaria na gente que não dá pra mensurar, comecei a jogar letras para as meninas na expectativa de que topassem ficar sem roupas tb.

A Manu topou de cara mas disse que só toparia se a Joana concordasse..

Joana apesar do corpo lindo de menina parecia estar insegura com essa experiência nova.

Com muita insistência minha e da Manu ela acabou topando fazer topless enquanto tirávamos a roupa.

Eu nunca tinha visto a Manu sem roupa antes, apesar de sempre ter usado biquinis pequenos, nunca tinha conseguido ver aquela deusa sem roupa, que gostosa! Seios durinhos, depiladinha...

Ao ver aquela cena a barraca ergueu quase instantaneamente e pra não dar muito na pinta fui dar um mergulho pra observar mais de longe sem dar na pinta a excitação porque não sabia qual seria a reação da Joana.

O outro casal que estava na praia estava indiferente a nossa presença, ele andando relaxadamente pela areia e ela deitada de barriga pra cima pegando uma cor.

O que me causou surpresa foi que a água estava morna, o vai e vem das ondas não baixavam a barraca por nada, rs

Depois de um tempo nessa situação decidi sair da água assim mesmo de pau duro, só que não percebi que o casal estava vindo na direção da agua e acabei não me importando, sai saindo com o pau balançando.

Eles me encararam e ambos deram uma generosa manjada no instrumento, aquilo estranhamente me deixou excitado e retomei meu caminho para o encontro das meninas.

A Joana quando viu a minha excitação ficou louca de raiva e se levantou na mesma hora querendo ir embora falando um monte pra mim, mas a Manu não sabia se tentava convencer a Joana a ficar ou se olhava a rola que ia de encontro a elas.

Com muito custo a Manu conseguiu fazer a Joana a ficar, com essa situação instaurada a excitação acabou baixando e ficamos ali mais um tempo.

Passando uns momentos a Manu tocou no assunto novamente e tive que explicar o porque da minha excitação.

Acho que os detalhes que dei e a forma como falei fizeram a Joana a começar a me encarar e aquilo me excitou denovo, só que dessa vez resolvi ficar ali com elas e mostrar que estava empolgado. Pro meu espanto a Manu pediu que pra que eu levantasse pois ela nunca tinha visto um amigo de rola dura e instintivamente levantei sem precisar pedir uma segunda vez, as duas ficaram trocando olhares e e manu pediu pra tocar no meu pau, que de tento tesão já estava babando..

Ela pegou com vontade na piroca e começou a bater uma punheta maravilhosa aos olhos da Joana, que por sua vez parecia estar em transe vendo aquela cena.

Que delicia ver aquele mulherão punhetando daquele jeito o meu pau..

Não pude resistir e comecei a passar a mão naqueles peitos lindos e duros, a partir daí não ligamos pra mais nada..

Esquecemos que tinhamos sido criados juntos e nos largamos na experiência...

Tasquei um beijão nela e fui alisando cada centímetro daquele corpo escultural quase não acreditando no que estava acontecendo.

Ao me lembrar que não estavamos sozinhos procurei pela Joana que assitia a tudo numa siririca deliciosa, chegamos os dois nela e começamos a beijá-la e chupá-la! A bichinha foi a loucura, respirava fundo em meu ouvido enquanto chupava seus mamilos e Manu caiu de boca na sua bucetinha.

Ficamos ali os três na maior pegação sem a preocupação de sermos surpreendidos, a chupação foi sensacional até a hora que a Manu deitou a Joana e mandou que eu metesse nela.

Mais uma vez obedeci sem pestanejar..

Que bucetinha apertadinha ela tem!

Quanto mais metia mais ela pedia e a Manu ali vez ou outra tirava o meu pau da Joana e chupava. Não demorei muito e gozei na boca da Manu que deixou meu pau limpinho e pronto pra mais uma.

Dessa vez parti pra cima da Manu e meti com vontade, ela rebolava como uma puta na minha piroca.

Ela fazia isso e olhava nos olhos da Joana que já estava em uma nova siririca.

Aquilo estava me deixando num tesão que nunca havia sentido, aquelas duas gostosas peladinhas e eu ali metendo do jeito que eu gosto e ao ar livre.

O que não esperávamos era que o outro casal estava quase ao nosso lado observando a nossa foda, quando prestamos atenção a Joana não sabia o que fazer pra se esconder, mas a Manu estava muito relaxada e entregue ao momento e nem se importou de continuar ali com novos expectadores.

Eles pediram pra não nos importamos que só queriam ficar olhando.

A cena por si só já não era casual, porém acabou se tornando estranhamente excitante pra nós...

Eles começaram a meter quase do nosso lado e ali ficamos os cinco por mais um tempo até o tempo começar a escurecer.

O texto ficou meio longo, mas espero que possa ter sido bem fiel ao que aconteceu nesse delicioso dia com a Manu e Joana, agora parceiras de putaria.

Abraços a todos

https://www.casadoscontos.com.br/texto/2018011159