Vivian contou!

Categoria: 

É, conhecem o ditado: o que é bom dura pouco?

E foi assim, passei as férias toda, 48 dias deliciosos, depois que fodi gostoso viviam na viagem da namorada para casa dos Pais, não paramos mais, era TODO dia a tarde, meus pais adotivos (curadores) saiam para ir para o escritório de advocacia deles, ela colava em casa, nem menstruada perdoei, porquê? Porquê putinha merece rola, íamos para baixo do chuveiro e trepávamos como dois animais, mais e aì? Aí que o ditado, sim o ditado entrou na minha vida.

Minha curadora me acorda as 6h todos os dias, e foi aí que o terro começou, era uma segunda feira eu tava deliciosamente, desmaiado na minha cama, quando Eva, minha curadora entra sem bater e fala: Me diz o que você aprontou? "EU" respondi. "ELA" sim, você! Tua tia Lúcia ligou aqui aos prantos dizendo que vai ligar para sua mãe no consulado, no mínimo você aprontou, vamos me diz. eu sem entender muito, ainda com sono, levantei e fui para o PC, liguei o Skype e chamei meu Paí que é Consul na Rússia, lá era final da tarde e eu ligava sempre as 9 da noite para eles, foi ai que lacou, quem atende? Mamãe.

"F......", sua tia licou aqui ao prantos....você tem saído com a Viviam? Eu mais que normal, achando quer era sair de ir para balada etc... mais minha mãe tava falando de "sair", de "pegar" eu fui na onda falei que sim e ai ela estressou e disse: SEU TIO VAI TE DAR UM COÇA!!! Ai cai na realidade, e perguntei para minha mãe, o que tinha acontecido, foi aí que a minha "casa" caiu. Viviam saiu aquele final de semana, e na volta, bebada, abriu o jogo com minha tia dizendo que estava apaixonada por mim, e que a gente já vinha fodendo a meses, e que não sabia mais o que fazer, porquê as férias estavam acabando e a minha namorada iria voltar.

Pronto!!! Ta feito o ROLO, o problema gente não era foder ela, o problema que ela era o "PROBLEMA", Viviam fodia demais, era tarada, sádica, puta e safada, trepava sem dó e enquanto não via a boceta ficar assadinha não parava, e mesmo assim, fodia do mesmo jeito, trazia amigas do trabalho e da escola para foder junto, alias, adorava chupar uma boceta cheia de porra, o que eu deixava para ela, era uma morena rabuda, tetuda bonita e gostosa, estilo "india", com uma boceta linda, vermelha, carnuda deliciosa.

Pai dela era caminhoneiro, grandão, gordão, fortão, era o irmão da minha mãe que eu mais gostava, ele era gente boa, mais eu tava FODENDO a filha, não ia ter perdão, eu tava é com o cú na mão! Minha mãe ficou de ligar para ele e dar uma aliviada, porque eu vejo eles 2x ao ano, no meio do ano eles vem para o Brasil, final do ano eu que vou, e faltava uns 12 dias para eles virem, eu tinha que rezar para meu tio estar é muitooooo longe com carga, a minha "TIA" era metida com terreiro de macumba, tipo a família dela, outra cagada, sabia que ia sobra pra mim, eu tava fodido!!!

Tomei café e mandei uma msg para a Vivi, pedi para ela vir no final da tarde, poque eu tinha que sair para tentar falar com minha tia que trabalhava em um colégio, precisava aliviar a pressão, mais o que fazer? Tomei um banho olhei para meu PAU e pensei, "PUTA MERDA MANO" !!!

Fui direto para o colégio, chegando lá minha tia olha para mim e começa a chorar, vem e me abraça falando "É a desgraça da família, o que vocês foram fazer...." eu aproveitei e fui levando ela para o carro, ela sentou, e eu disse: TIA? VIVI não era virgem, e outra, ela nunca foi santa!

Minha tia me olhou, parou de chorar e me disse: "Tanta mulher e você muleque, foi comer sua prima!!!" Aproveitei a deixa e disse: Queria que eu tentasse comer quem? A Tia? Pronto!!! Mulher de caminhoneiro, meu tio fica até 3 meses sem vim para casa, ela me olhou com uma carinha de dengo e disse: Pelo menos eu tenho uma desculpa melhor! Eu fiquei ASSUSTADO!! Mais como adoro uma "LOBA", mandei outra: "Ué, ainda não é tarde", agora eu vi o sorriso e a deixa perfeita: "E quem disse que eu não quero, ainda mais depois do que a Vivian me disse de vocês", caraca.... eu não imaginava que a Titia, que já tinha seu 45 anos estava tanto na fissura, ai disse: vai, vamos para casa, lá conversamos, eram 2 quadras, toquei para la e ela só suspirava forte, mais não dizia nada, passei pela frente da casa dela direto, e disse, vamos lá para casa, mais seguro, e lá quero te mostrar uma coisa, ela me olhou e disse: muleque agora sei porque você come tudo essas menininhas, você domina elas não é? Eu sorri e disse agora você também Titia.

Chegando desci direto para garagem, ela desceu do carro já me parece apertando as pernas, vestia uma saia cinza, e uma blusa branca tipo de "secretária" mesmo, tinha seios grandes o que nunca tinha notado e uma rabão, agora sabia da onde tinha saído os apetrecho da VIVI, mãe gostosa, filha gostosa, entramos ela foi andando na minha frente e eu só admirava aquele rabão meu pau latejava já, ela não era bonita como as filhas, tinha uma menor de 16 anos, chegou e se jogou no sofa, na sala de televisão que ficava bem atrás da residencia, sentou na poltrona de 5 lugares, esticou as pernas, e me disse: e agora? o que você pensa em fazer? É claro que ela estava falando do rolo entre eu e a VIVI, mais eu, malaco disse me levantando da poltrona do "papai" abrindo o ziper do short e tirando meu para para fora, disse, "agora vou dominar a Titia", botei meu pau a 5 cm da boca dela, ela fez carinha de assustada, e disse: tá louco menino?

Foi aí que eu perdi a Tia, e ganhei uma puta, simples falei: vou te foder toda semana, e você não vai poder falar e fazer nada, a não ser chupar esse cacete, e me dar essa bocete e esses seios para me divertir, certo? ela ouvindo isso ela riu e caiu de boca no eu pau, ela realmente estava na seca, e na verdade não era brava, era porque queria foder também, foi mamando e falando para mim que sempre teve vontade de me dar, que eu era gostoso, que ela vivia com tesão, e que só não tinha coragem, e com a situação de agora ela ia sim DAR PARA MIM! Chupava gostoso, não tinha as "mandadas" das menininhas de hoje, mais chupava bem gostoso, masturbava e lambia a cabeça vermelha, sugava e foi nessa que eu com todo tesão enxi a boca dela sem avisar; ela engoliu tudo sem nem babar.

Mamou mais um pouco, se levantou me beijou e tirou o prendedor do cabelo que tava em um "Coque", foi abrindo os botões da blusinha branca, me encarando, surgiu um sutiã azul escuro e um par de seios grandes, com as auréolas marron e bicos bemmm salientes, pontudos que já estavam duros; meu PAU, PULSOU, o cheiro de sexo era delicioso, e eu queria era saborear era ela toda, adoro chupar uma boceta, principalmente de uma "Loba" que eu nunca imaginei foder, fui ajudar ela tirar, ela me empurrou para a poltrona aonde estava sentada me chupando e disse: DEITA, e só olha.

Deitei, e ela foi se despindo, era uma "loba" corpulenta, fortinha, mais GOSTOSA demais, formas do seu corpo estavam em tamanho e proporção ideal para a altura dela, foi ai que ela tirou o sutã e eu pude ver pela primeira vez um seio tamanho GGGex, LINDO! eu nunca tinha visto daquele tanho era grande, grande mesmo, exclamei: TIA QUE LINDOS, era riu e disse que tinha certeza que eu ia gostar porquê a Vivi tinha dito que eu adorava os seios dela que eram GG, e que eu ficava monte de tempo lambendo, chupando mordendo os bicos com os lábios, pegando com as mãos e juntando eles etc, foi ai que ela disse, seu pau é delicioso, vai ARROMBAR a Titia, e deu aquela gargalhada de safada, agora era a saia que ela estava desabotoando do lado, foi tirando e me matando de tesão era um show privado de putaria de uma loba que tava louca de desejo, e tesão.

ficou de calcinha, deu uma voltinha, perguntou o que eu achava, sorria a cada elogio meu, e foi assim que ficou pertinho do meu rosto, e foi abaixando a calcinha, não tava molhada, tava BABADA (tenho a foto), na hora mordi os lábios e disse: Tia, me da essa calcinha deixa eu lamber ela? Ela ficou pasma, o tio nem chupar ela, e ela adorava, ela fazia, era foder gozar e dormir, tirou, me deu nas mãos e ficou olhando eu chupando o tecido e lambendo aquela "baba" branquinha que tem o sabor peculiar de cada BOCETA, eu amo, adoro aquele gosto, é o mel do éden, de pé eu via escorrer pelas pernas dela e foi aonde ela passou o dedo dos lados e tacou na boca, dizendo é não é que é delicioso? Parei com a calcinha e pedi para ela: Titia minha putinha, senta na minha cara agora, ela fez com GOSTO, melando todo meu rosto, minha boca se esbaldava, eu socava minha linguá o máximo que dava dentro daquela boceta gordinha, com lábios pequenos, toda depilada e com jeitinho mesmo de em uso, ela gemia baixinho, gozou uma, duas, na terceira vez, gaguejando foi pedindo para mim o que eu queria, que eu era dela, que eu não sabia o quanto ela se masturbou pensando em mim, que sempre quis dar, que sempre tentou se insinuar mais não tinha coragem, que não gostava mais do meu Tio, e dava para ele por dar, mais nem chegava a se melar, que ia ser minha mulher a hora que eu quisesse e como eu quisesse, que ela toparia tudo e que queria realizar um monte de coisa, foi falando essas coisas até as frases virarem murmúrios e seu corpo ficando sob o meu, agora ela rebolava para frente e para trás na minha boca.

Titia, que loucura eu pensava, mais estava mais que delicioso, era tipo de coisa que nunca fantasiei, NUNCA, até porque éramos meio "estranhos" e hoje eu sei o porquê disso, ela queria dar para mim, queria ser essa putinha que ela é, ser alguém que estava dentro dela, meu pau já estava duro de novo, então ela saiu de cima do meu rosto, e SENTOU NELE DE UMA VEZ, de costas pra mim, fiquei vendo aquele rabo subindo e descendo, e meu pau socado naquela boceta quente, apertada e melada, fazia barulho de tao MELADA, ela olhava para trás, fazia aquela cara de puta e fodia meu pau sem dó, eu me mordia para não gozar, só sei que ela estava alucinada, eu eu só consegui olhar o rabo, e aquele bocetão engolindo meu pau.

Saiu de cima e ficou de 4, e pediu para que eu gozasse dentro dela, bem no fundo e quer era pra foder sem dó, e foi o que eu fi, fiquei fodendo assim, variando entre estocada de uma vez ate o fundo e tiraar e esfregar o pau em toda boceeta e reguingo, ela urrava de tesão, fodi, e esse tempo cerca de 25 minutos ela gozou diversas vezes, a seca tava quase vencida, foi eu me concentrar no que estava fazendo que senti o gozo e foi do jeitinho que ela pediu.

Gozei, gozei e gemi enquanto ela arrebitava o rabo e mordia o lençol, eu tremia, antes de medo agora de exaustão, chegamos as nove, já era 15 para o meio dia, ficamos abraçados e quietos, então fomos para ducha, no beijamos muito, nos tocamos, ai fui leva-la ao colégio, na despedia ela perguntou: sou sua? Eu disse: Para sempre.

Acho que para ela também foi estranho, ontem não me ligou, vou esperar hoje senão vou descer lá, estou na madrugada, não no amanhecer do dia, isso aconteceu faz dois, dois dias, no dia 20, eu ainda estou em transe, e quero mais, MUITO MAIS!

https://www.casadoscontos.com.br/texto/201804619

Comentar